Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Criatividade’ Category

Acredito que uma pessoa proativa deva ter em mente que seu currículo é algo muito precioso, afinal, nesse documento estão todos os dados referentes à sua trajetória profissional. É nesse pequeno documento que pode estar a diferença entre ser ou não contratado por uma grande empresa.

Apesar de já estarmos já século 21 ainda existem profissionais que não dão o devido valor ao seu currículo. Digitam de qualquer jeito, ou pior, pedem pra um sobrinho ou amigo digitarem e ai saem disparando esses pedaços de papel pra todo lado, na vã esperança de conseguir um bom emprego.

A verdade é que fazer um bom currículo é uma das partes mais importantes da caça ao emprego. Por isso quero compartilhar com os leitores do blog alguns modelos de currículo que considero úteis.

Cada modelo se ajusta a determinado momento profissional e a qual emprego você está se candidatando. Vou deixar links de modelos mais tradicionais e simples e também alguns com um pouco mais de dados e estilo. Cabe a você decidir qual deles vai atender melhor sua necessidade.

Modelo Simples

Esse é um modelo bem simples sem muitos floreios. Ideal para vagas na área de produção, vendas internas e serviços gerais. Nesse modelo é só substituir os dados pelos seus.

Modelo Limpo

Esse modelo também é bem simples, porém é um modelo mais fácil de ser lido por quem está contratando. Nele estão todos os dados necessários para que o recrutador tenha uma idéia de quem é você.

Modelo Elegante

Esse é um currículo muito bonito visualmente. Nesse modelo os seus dados de contato vão em baixo.

Modelo Explicativo

O modelo em questão apresenta uma explicação detalhada de cada parte do currículo.

Modelo Estagiário

Esse se destina a ajudar os estágiarios a fazer um currículo de qualidade destacando suas qualidade profissionais e acadêmicas.

Existem muito outros tipos de currículo e diversas opiniões sobre cada um deles. Porém o mais importante é que ele seja claro, de fácil leitura e que não contenha erros de português. Assim você terá mais chances de alcançar seus objetivos profissionais.

Anúncios

Read Full Post »

Assim que entrei para o ramo das indústrias farmacêuticas pesquisei tudo que podia sobre o assunto. Em uma dessas pesquisas me deparei com um artigo muito interessante que falava sobre a profissão do propagandista e de como esse profissional poderia se destacar no mercado. Peço desculpas aos que lerem pois não me lembro de que site tirei o artigo nem o nome do autor, mas de qualqur forma acho proveitoso postar esse artigo aqui, pois essas dicas podem ser aplicadas a qualquer profissão.

Criatividade em propaganda médica

Ficou famosa a frase de Thomas Edson ao ser perguntado sobre como inventou a lâmpada: “Utilizei 99% de transpiração e 1% de inspiração”.

Podemos entender melhor o sentido dessa frase interpretando-a embasados na teoria do lingüista Noam Chomsky que apontou a existência de um nível que antecede o nível da criatividade: o nível da competência ou conhecimento.

Segundo Chomsky somente após dominarmos o nível do conhecimento é que acessamos e liberamos o nível da criativade. Outra interpretação que podemos fazer é a de que, com exceção de insights esporádicos, somente é possível criar sobre algo que se conhece. Se você discorda disso responda à pergunta: Você seria capaz de fazer um pequeno poema em mandarim?

A grande contribuição que nos traz essa linha de raciocínio é a de que a criatividade passa portanto a ser uma variável controlável: quanto mais nos dedicarmos a algum assunto, quanto mais o estudarmos, quanto mais conhecermos mais criativos estaremos nos tornando, atenuando assim o impacto da corrente que

posiciona a criatividade como um fator incontrolável onde as pessoas são rotuladas de já terem nascido mais ou menos criativas.

Dessa maneira torna-se claro que no afã de gerarmos resultados cada vez mais rápidos temos sistematicamente eliminado dos treinamentos e das reciclagens das equipes de propagandistas a base necessária sobre a qual as mesmas poderão apoiar-se para liberar o potencial criativo que irar gerar um forte diferencial em campo: os módulos dedicados ao estudo das peças promocionais com seus gráficos, tabelas, comparações e taxas de resultados.

Assim quanto mais o propagandista conhecer o seu produto, o seu território, o seu concorrente, o seu painel médico e, as peças promocionais com as quais irá trabalhar, mais terá condições de acessar e liberar sua criatividade proporcionando interações individualizadas em cada visita, gerando portanto melhores resultados.

Assim torna-se claro que treinamentos periódicos e constantes não são uma perda de tempo, mas a base sobre a qual poder-se-a construir a resposta afirmativa á pergunta título desse artigo!

Read Full Post »